sexta-feira, 21 de julho de 2017

Boas férias!

ilustração de Doug Salat

Bom descanso e aproveitem ao máximo para... "surfar" na leitura!!!

Até setembro.

Fonte: 
"Canto do livro", in http://livrariacantodolivro.blogspot.pt/2014/07/mar-de-livros.html

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Festival ao Largo 2017



Durante um mês e marcando o início do verão, o Largo de São Carlos, ao Chiado, e as ruas adjacentes transformam-se numa enorme sala de espetáculos, onde não é necessário comprar bilhete.

A 9.ª edição deste festival apresenta um cartaz com espetáculos de música, ópera, dança e teatro, num total de quinze apresentações.

Acesso livre.

Consulte a programação>>

terça-feira, 4 de julho de 2017

10.ª edição do passatempo de fotografia
"Num instante... o Património!"



Entre 8 de junho e 16 de julho, realiza-se a 10ª edição do passatempo de fotografia Num instante… o Património!, organizado pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), no âmbito da Experiência Fotográfica Internacional dos Monumentos (EFIM) que conta com o apoio do Conselho da Europa.

A Convocatória Internacional de 2017 propõe algumas novidades, entre as quais a participação no passatempo através da rede social INSTAGRAM. Para concorrer os jovens portugueses devem partilhar as suas fotografias através da #EFIM2017Portugal.

O projeto é dirigido a jovens dos 13 aos 20 anos.

Através de um convite à captação de imagens fotográficas inéditas, o passatempo EFIM Portugal - Num Instante... o Património! desafia os jovens a descobrirem a riqueza patrimonial do nosso país - novos olhares sobre os monumentos e sítios, as paisagens culturais, os locais simbólicos...

Os dois vencedores do Passatempo terão oportunidade de ver os seus trabalhos (monumentos ou sítios favoritos) publicados no Catálogo Digital da EFIM e ficarão habilitados a prémios aliciantes: um curso de fotografia (oferta da Academia OLHARES.com) e um telemóvel Samsumg Galaxy J5 (oferta da NOS).

Mais informações no REGULAMENTO.

E-mail: efim2017portugal@dgpc.pt

Texto extraído de:
PORTUGAL. Direção Regional de Cultura do Norte; Notícias : passatempo Num instante...o Património, de 14-06-2017. (Em linha) (Consult. 03-07-2017). Disponível em http://www.culturanorte.pt/pt/noticias/passatempo-num-instante-o-patrimonio/

segunda-feira, 3 de julho de 2017

1867-2017: 150 anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal



A pena de morte para crimes civis ainda é lei em cerca de meia centena de países.

Em Portugal, foi abolida há 150 anos: a 1 de julho de 1867, pela Carta de Lei de D. Luís I, que foi tornada pública no Diário de Lisboa, de 12 de Julho. Iniciativa precoce no panorama mundial, a Carta de Lei foi reconhecida pela União Europeia, em Abril de 2015, como Marca do Património Europeu.

A Hemeroteca Digital associa-se às comemorações nacionais em torno desta efeméride, disponibilizando o dossier digital 150 da Abolição da Pena de Morte em Portugal, em que se revisitam, a partir da coleção da Hemeroteca e das Bibliotecas de Lisboa, as principais peças documentais - oficiais, noticiosas ou de opinião - envolvidas.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Festival Internacional Ondas de Contos



Organizado pela Biblioteca Municipal de Oeiras em parceria com a Associação Cultural Partilha Narrativa o Festival Internacional da Oralidade ‘Ondas de Contos’ vai reunir contadores de histórias nacionais e estrangeiros, música, marionetas, dança e exposições e irá decorrer entre 30 de junho e 2 de julho na praia de Paço de Arcos e no centro da vila de Oeiras. Dirigido ao público de todas as idades o festival é de entrada livre e gratuita.

PROGRAMA DO FESTIVAL

Sexta-feira, 30 de Junho
Centro Histórico da Vila de Oeiras, Largo 5 de Outubro
21h30 - Sessão de contos com Celso Fernández Sanmartín (Galiza, Espanha)
23h00 - Espetáculo de Canto e Dança com o grupo "Quinta voz" (Oeiras, Portugal)

Sábado, 1 de Julho
Centro Histórico Vila de Oeiras, Largo 5 de outubro, 9/12
Livraria GATAfunho
11h30 - Apresentação do livro «A Canção dos Velhos Caçadores», Rodolfo Castro (texto e ilustração), publicado na GATAfunho, editora independente.
↪  Casa da Partilha, Associação Cultural Partilha Narrativa
18h00 - Micro maratona de contos: «Histórias sem Parar», nas vozes de Contadores de todas as proveniências.
Praia de Paço d'Arcos
21h30 - Música com os adufes de Sebastião Antunes e companhia (Portugal)
22h30 - Sessão de Contos com Manuel Garrido (Sevilha, Espanha)

Domingo, 2 de Julho
Centro Histórico Vila de Oeiras, Largo 5 de outubro
11h30 - Sessão de contos, com a Narradora Cristina Taquelim (Beja, Portugal)
18h00 - «Tom&Meio», Música na Rua (Portugal)
19h30 - Sessão de encerramento, com o teatro de marionetas HISTORIOSCÓPIO (Porto, Portugal)

Contactos:
Sector Infantil BMO, 214406342, infantil.bmo@cm-oeiras.pt
Associação Partilha Narrativa, 212696830, partilhanarrativa@gmail.com



Fonte: 
PINTO, Sofia; “Festival Internacional Ondas de Contos, in Blogue Oeiras a Ler, post de 22 de junho de 2017. (Em linha) (Consult. 28-06-2017) Disponível em http://oeiras-a-ler.blogspot.pt/2017/06/festival-internacional-ondas-de-contos.html

terça-feira, 27 de junho de 2017

O contributo da Biblioteca Escolar para o reforço da escola inclusiva



Divulga-se o trabalho da autoria de Hermínia Pires intitulado “O contributo da Biblioteca Escolar para o reforço da escola inclusiva”, publicado online na edição nº 10 da Coleção Biblioteca RBE, do qual citamos:


“Cabe às bibliotecas escolares fornecer as melhores oportunidades de informação para que todos os indivíduos possam tirar o maior partido das suas vidas como cidadãos ativos, construtivos e independentes. Mas, perante o aumento de situações de vulnerabilidade da população escolar que caracterizam a escola contemporânea, nomeadamente, o crescente número de alunos oriundos de outros países, a elevada percentagem de discentes com comportamentos de risco e de alunos com necessidades educativas especiais (NEE), nas escolas do ensino regular, a biblioteca escolar confronta-se com o desafio de responder a uma população escolar com necessidades diversas que, muitas vezes, requer meios tecnológicos diferenciados e estratégias individualizadas de acesso à informação.


A biblioteca escolar assume, no paradigma educacional do século XXI, a missão primordial de apoiar alunos e professores no desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem, disponibilizando equipamento diversificado e informação em diferentes formatos e suportes, promovendo a igualdade no acesso e colaborando na planificação e dinamização de atividades de aprendizagem centradas no aluno e nas suas necessidades. Na definição apresentada por Lourense Das (2008) sobre a concepção de uma biblioteca escolar no século XXI, a autora refere que a biblioteca escolar é mais do que uma sala com livros e serviços, é uma função na escola. Também, segundo Valverde (2000) a Biblioteca Escolar é um recurso coletivo que permite a todos os alunos, sem exceção, o acesso aos instrumentos de aprendizagem, à informação e à leitura, garantindo, assim, uma educação, em condições de igualdade”.


Leia o texto integral aqui.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Utilização da BE/CRE durante o ano letivo
2016/2017 – contexto letivo

Divulgamos, de seguida, os dados estatísticos relativos à frequência, em contexto letivo, da Biblioteca Escolar – Centro de Recursos Educativos de 15 de setembro de 2016 até 16 de junho de 2017.

Salienta-se os seguintes dados:

¬ Nº de aulas ministradas na BE/CRE: 104

¬ Nº de turmas envolvidas: 31

- Nº de disciplinas envolvidas: 30

- Nº de alunos inscritos em contexto letivo: 1 286

- Turma com mais aulas na BE/CRE: 12º A

- Disciplina com maior número de aulas na BE/CRE: Geografia

- Mês com maior nº de aulas: Novembro




Utilização da BE/CRE ESA durante o ano letivo 2016/2017 em contexto letivo by Slidely Slideshow